São Paulo vence Goiás de virada e se mantém na briga pela liderança do Brasileirão

O São Paulo recebeu o Goiás, no Morumbi, em partida válida pela 20ª rodada do Campeonato Brasileiro e venceu por 2 a 1. O placar poderia ter sido bem mais elástico, mas o goleiro Tadeu, do Esmeraldino, fez ótimas defesas nos dois tempos da partida. Marcaram os gols do jogo Brenner e Igor Gomes (SPFC) e Fernandão.

Com este resultado, o Tricolor chega a 34 pontos e vai para a terceira posição, momentaneamente. Fluminense e Atlético MG ainda vão jogar, portanto, o time ainda pode voltar para a quinta ou quarta posição.

A próxima partida dos comandados de Diniz já e decisiva. A equipe encara o Flamengo, pelas quartas de final da Copa do Brasil, na quarta-feira (11) às 21h. A primeira partida será no Rio de Janeiro e a segunda em SP. Será o primeiro encontro após a goleada do Tricolor. O Goiás , por sua vez, só joga no sábado (14) às 14h, contra o Atlhetico Paranaense, em casa.

Goiás abre placar na primeira finalização e Brenner brilha, de novo

O Tricolor do Morumbi começou o jogo com tudo. Duas chances de gol foram criadas nos primeiros dez minutos de jogo. A primeira, com Igor Gomes. O meia obrigou o goleiro Tadeu a se esticar todo, fazer bela defesa e ceder o escanteio. Na cobrança, Luciano cabeceou muito perto da meta esmeraldina e quase abriu o placar.

A pressão do São Paulo seguiu firme e, aos 17, Tadeu apareceu de novo. Juanfran cruzou rasteiro para área e o goleiro afastou o perigo.

O Goiás subiu, pela primeira vez, aos 20 e marcou. Vinícius fez tabela com Fernandão, ganhou na corrida do zagueiro Diego Costa e saiu na cara de Volpi. Como acabou se enrolando com a marcação, rolou a bola para Fernando, que não desperdiçou. Placar aberto no Morumbi.

A resposta do São Paulo veio na sequência, com Brenner, em um lance que foi revisado pelo VAR e acabou se tornando no gol de empate. Juanfran cruzou para o artilheiro Tricolor. Ele subiu e cabeceou forte. Tadeu operou um milagre, defendendo o lance, mas a bola a bola havia entrado e o árbitro de vídeo validou o tento. 15º gol de Brenner na temporada, sexto no Campeonato Brasileiro.

Vendo que o Goiás se manteve recuado, os comandados de Diniz mantiveram controle da posse de bola e continuaram fazendo pressão. Com isso, a chance da virada veio, novamente com Brenner. Após ótima jogada individual, ele chutou forte no gol. O goleiro do Goiás apareceu (novamente) e evitou a virada Tricolor.

Tadeu Brilha, São Paulo vira e Goiás tem gol anulado

O Goiás não voltou fechadinho como estava, durante o primeiro tempo. A equipe acabou saindo e buscando mais o jogo, porém, foi o São Paulo que criou a primeira oportunidade clara de gol. Aos 08, Luan fez boa jogada na entrada da área e acionou Reinaldo. O lateral-esquerdo chutou forte e Tadeu (de novo) fez bela defesa em sua meta.

Jogando em casa, e sabendo que precisa vencer para se manter entre os primeiros, Diniz mexeu cedo no time. Aos 13, ele abriu mão de Diego Costa e colocou o atacante Pablo em campo. Hernanes, que não vem sendo muito utilizado, também entrou no lugar de Vitor Bueno, que pouco apareceu.

O jogou continuou com chances para os dois lados. Brenner aproveitou o passe de Luciano e chutou com muito perigo. Fernandão também teve sua oportunidade. Ele subiu mais alto que a defesa Tricolor, cabeceou e a bola passou raspando.

Conforme o tempo ia passando, o Goiás foi conseguindo achar mais espaços, pois Diniz abriu mão de um zagueiro. Aos 21, Tiago Volpi fez bela defesa e evitou o segundo gol de Fernandão na noite.

Com a saída de Fernandão, por opção do técnico Enderson Moreira, o time visitante perdeu volume de ataque e presença de área. O São Paulo, por sua vez, seguiu na pressão e em busca da virada. Que poderia ter vindo aos 29, mas Tadeu (novamente) impediu o gol.

Depois de muito tentar, o São Paulo conseguiu furar o “paredão” chamado Tadeu. Aos 32, a zaga do Goiás afastou mal a bola e ela caiu no pé de Igor Gomes. O meia chutou na “bochecha da rede” e o goleiro não conseguiu defender.

O empate do Esmeraldino poderia ter saído logo na sequência, com Rafael Moura. Ele pegou o rebote da finalização e guardou, só que ele estava em posição irregular e o tento foi anulado.

Nos minutos finais da partida, Breno, do Goiás, foi expulso por falta em Tiago em Volpi.

Ficha técnica

20ª rodada do Campeonato Brasileiro

São Paulo x Goiás

Local: Morumbi

São Paulo: Tiago Volpi, Juanfran (Igor Vinícius), Diego Costa (Pablo), Bruno Alves e Reinaldo; Luan, Gabriel Sara (Arboleda), Igor Gomes e Vitor Bueno (Hernanes); Luciano e Brenner (Rodrigo Nestor).
Técnico: Fernando Diniz.

Gol: Brenner e Igor Gomes.

Goiás: Tadeu, Pintado, David Duarte, Chico e Caju; Gilberto (Sandro), Ariel Cabral e Breno; Douglas Baggio (Victor Andrade), Fernandão (Rafael Moura) e Vinícius.
Técnico: Ederson Moreira.

Gol: Fernandão.

Crédito da foto: Reprodução/Twitter

Diego Palma

Diego Palma

Um dos fundadores do Resenha Livre, amante de futebol, de uma boa conversa e apaixonado pelo jornalismo. Além daqui, trabalho como Assessor de Comunicação da Brasilera Digital desde agosto de 2019. Já atuei como assessor de imprensa freelancer da PMCOM Imagem e Conceito, na editoria de esportes do Grupo Tribuna, como apresentador/repórter (#saudades), e como colaborador freelancer do site Torcedores.com

136 thoughts on “São Paulo vence Goiás de virada e se mantém na briga pela liderança do Brasileirão

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *